Loolady

thoughts of a Lady almost in her 40s

terça-feira, janeiro 31, 2006

Sabedoria Popular


Uma vez que fomos vitimas da "Sabedoria Popular", no dia 22 de Janeiro... aqui vai então, em homenagem ao saudoso João de César Monteiro, que utilizava divinamente os provérbios cá da terrinha:

1) Em Janeiro sobe ao outeiro; se vires verdejar, põe-te a cantar, se vires Cavacar, põe-te a chorar.
2) Quem vai ao mar avia-se em terra; quem vota Cavaco, mais cedo se enterra.
3) Cavaco a rir em Janeiro, é sinal de pouco dinheiro.
4) Quem anda à chuva molha-se; quem vota em Cavaco lixa-se.
5) Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão; parvo que vota em Cavaco, tem cem anos de aflição.
6) Gaivotas em terra temporal no mar; Cavaco em Belém, o povinho a penar
7) Há mar e mar, há ir e voltar; vota Cavaco quem se quer afogar.
8) Março, marçagão, manhã de Inverno tarde de Verão; Cavaco, Cavacão, manhã de Inverno tarde de inferno.
9) Burro carregando livros é um doutor; burro carregando o Cavaco é burro mesmo.
10) Peixe não puxa carroça; voto em Cavaco, asneira grossa.
11) Amigo disfarçado, inimigo dobrado; Cavaco empossado, povinho atropelado.
12) A ocasião faz o ladrão, e de Cavaco um aldrabão.
13) Antes só que mal acompanhado, ou com Cavaco ao lado.
14) A fome é o melhor cozinheiro, Cavaco o melhor coveiro.
15) Olhos que não vêm, coração que não sente, mas aturar o Cavaco, não se faz à gente.
16) Boda molhada, boda abençoada; Cavaco eleito, pesadelo perfeito.
17) Casa roubada, trancas na porta; Cavaco eleito, ervas na horta.
18) Com Cavacos e bolos se enganam os tolos.
19) Não há regra sem excepção, nem Cavaco sem confusão.
20) De Boliqueime, nem bom vento nem "gente" nenhuma.

Atenção à música aí ao lado. Carreguem no "Play" para ouvir: até à vitória final! Não é necessário adaptar muito para os nossos dias... se repararem os problemas são exactamente os mesmos... é só substituir a guerra colonial pelo alastrante colonialismo Americano...

domingo, janeiro 22, 2006

À esquerda do Eixo Axial!

Vi no Educação Sentimental e também experimentei. O resultado foi este.
Parece-me bem oportuno este teste. Amanhã tudo se vai resumir a: colocar a cruzinha à esquerda do eixo axial. Depois se verá. Não interessa se é mais para cima ou mais para baixo! É à esquerda!
Vamos a isso, para que na segunda-feira não seja mais difícil acordar!
Experimentem ouvir a musica do zeca que está carregada aí do lado direito da página. É só carregar no botão do "play". Como é tão actual! Mudem-lhe os nomes, a merda é a mesma!


UNDERSTAND WHY YOU THINK WHAT YOU THINK BY TAKING THIS POLITICAL TEST

Your Score
Your scored -6 on the Moral Order axis and 3.5 on the Moral Rules axis.
Matches
The following items best match your score:
• System: Socialism
• Variation: Moral Socialism
• Ideologies: Activism
• US Parties: No match.
• Presidents: Jimmy Carter (82.18%)
• 2004 Election Candidates: Ralph Nader (88.95%), John Kerry (72.31%), George W. Bush (38.56%)
Statistics
Of the 148315 people who took the test:
• 0.5% had the same score as you.
• 9.5% were above you on the chart.
• 86.1% were below you on the chart.
• 88.6% were to your right on the chart.
• 2.2% were to your left on the chart.

sexta-feira, janeiro 20, 2006

Muda a música

No botão ao lado pode agora ouvir Caetano Veloso, porque um carinho às vezes cai bem...

quinta-feira, janeiro 19, 2006

Mais uma do Lápiz Voador


Gosto muito desta ilustração recente do meu amigo lápiz voador.
As espirais...sempre as espirais... e eu que tenho andado numa espécie de diálogo metafisico com as espirais...

Título: "i just want you around " all the time i feel it"

quinta-feira, janeiro 12, 2006

Acabar com o medo!


Aqui fica uma canção de embalar, escrita pelo António Lobo Antunes, dedicada a todos os que, neste mundo, vêem o medo crescer à sua volta.
Precisamos de um colo e de uma canção de embalar.Nos links, ao lado, podem ouvir uma Lullaby cantada pelo Tom Waits, para acompanhar a leitura.


Reparei que loolady é parecido, graficamente, com lullaby.


Canção para a minha filha Isabel adormecer quando tiver medo do escuro
Nem sombra nem luz
Nem sopro de estrela
Nem corpinhos nus
De anjos à janela
Nem asas de pombos
Nem algas no fundo
Nem olhos redondos
Espantados do Mundo
Nem vozes na ilha
Nem chuva lá fora
Que eu não vou embora

António Lobo Antunes

terça-feira, janeiro 10, 2006

Musika!!!!, Obrigada Vieira do Mar

Ah! Ah! Estou mesmo contente! Com a ajuda da Vieira do Mar e mais uns pozinhos de perlimpimpim... Consegui! Tenho musica no Blog!
E ainda por cima começo com uma pirosada que me ficou no ouvido, numa daquelas obsessões musicais, alimentada por outras tantas obsessões, neuróticas, talvez... O Certinho, é que já tenho musiquinha e espero que gostem da minha selecção que farei o favor de vos trazer ao longo dos próximos tempos...
O que está a tocar chama-se Katie Melua, é uma balada de amor, bem cantada, e com um refrão que me apanhou no momento certo...

domingo, janeiro 08, 2006

Dão-me Música...

Como podem ver já está o botão da música aí ao lado, mas não toca. Eu suspeito que seja porque o ficheiro wav deveria estar armazenado on line e não no meu ambiente de trabalho...
Mas não há meio de perceber como posso por o ficheiro on line. Dizem-me que há umas web pages pessoais... mas não faço ideia. já procurei e não encontrei.
É uma pena...

sexta-feira, janeiro 06, 2006

De Repente...




Andava distraída... comigo própria com as minhas coisinhas, e só agora dei conta que desapareceram duas pessoas do panorama cultural português, o Cáceres Monteiro, e o Poeta António Gancho
Sobre o jornalista, ainda não sei pormenores mas não contava com isso. Ele ainda era muito novo, não era?
Sobre o Poeta, deixo ficar uma bela fotografia e um pouco da sua poesia.
No hospital psiquiátrico onde ele se encontrava internado disseram que foi de noite, um ataque cardiaco...

“Quando desaparecer
hei-de pedir à noite
que me consuma com ela
que me devaste a alma
não quero mais
quero desaparecer na noite
e só de noite consumir-me”
António Gancho

Fotografia de Miguel Carvalhais