Loolady

thoughts of a Lady almost in her 40s

sábado, maio 14, 2005

As cores captadas pelo hubble

Fui ver o concerto da Laurie Anderson no teatro de S. João no Porto. Sou fã desta artista desde os 15 ou 16 anos e gosto de tudo o que ela tem feito, apesar de existir uma fase do trabalho dela que eu não conheço tão bem.
Gostei muito deste espectáculo. Como ela disse numa entrevista, a propósito, o que ela apresenta é um longo poema com alguns efeitos sonoros acompanhar (poucos).
A voz dela e o significado das palavras foram suficientes para me deixar rendida e sair com uma sensação de renovação da alma...refrescamento. O poema do post anterior é de um álbum mais antigo mas pesquei-o porque fala desta espécie de enevoamento das mentes a que se assiste ultimamente. Do género: tudo a cair à volta e as pessoas a dançarem...
Sabiam que ela foi convidada para ser a primeira artista residente da NASA? E ela aceitou, claro! E visitou muitos centros de investigação e laboratórios e uma coisa que ela contou é que, em Philadelfia no centro onde captam as imagens do Hubble ela perguntou aos engenheiros se as cores que vemos nas imagens captadas pelo hubble são mesmo reais. eles responderam que não, que escolheram aquelas porque pensam que serão as que as pessoas vão gostar mais.
É incrível não é?

The Puppet Motel

The Puppet Motel
I live on the highway near the Puppet Motel.
I log in every day. I know the neighborhood well.
Now about the residents of the Puppet Motel
They're more than a little spooky
And most of them are mean. They're runnin' the numbers
They're playin' cops and robbers
Down in their dungeons inside their machines.

Cause they don't know what's really real now
They're havin' fourth dimensional dreams
Their minds are out on bail now
And real is only what it seems.

And all the puppets in this digital jail
They're runnin' around in a frenzy in search of the Holy Grail.
They're havin' virtual sex. They're eatin' virtual food.
No wonder these puppets are always in a lousy mood.

So if you think we live in a modern world
Where everything is clean and swell
Take a walk on the B side of town down by the Puppet Motel.
Take a whiff. Burning plastic.

I drink a cup of coffee I try to revive
My mind's a blank I'm barely alive
My nerves are shot I feel like hell
Guess it's time to check in at the Puppet Motel.

Boot up. Good afternoon. Pause.
Oooo. I really like the way you talk.
Pardon me. Shut down.
.