Loolady

thoughts of a Lady almost in her 40s

terça-feira, julho 20, 2004

Os novos colonizadores

 
É preciso divulgar,  porque os telejornais não dão estas notícias:
 
http://www.mapuche-nation.org/english/main/benetton/news/art-07.htm
 
Resumo: A United Collors Of Benetton, comprou milhares de hectares de terreno na Patagónia, e expulsa os chamados "giente de la terra", que ficam sem sítio para viver e cultivar.
Leiam mais no artigo .

quinta-feira, julho 15, 2004

Que se Passa?

Instalou-se um clima de desistências e abandono.

Depois do Durão, o Ferro, o Vitorino, os outros que não aceitaram lugares em ministérios, o Pacheco Pereira que desistiu do cargo na Unesco, o blog, "A Formiga de Langton" que acabou.
Tá tudo a ir embora, tá tudo a virar costas... O que se passa neste país?

sábado, julho 10, 2004

Desfeito o Mistério

Desfeito o mistério sobre a crise política,regressamos ao que desencadeou o alvoroço:

Vejamos o processo de nomeação do futuro presidente da UE.

1.- A UE tem 25 Estados membros. Mas como desses apenas 12 participam em todas as politicas da UE, o presidente da Comissão Europeia só pode ser escolhido entre 12 e não entre 25.

2.- Desses 12 Estados membros há 3 (França, Itália, Bélgica) que são excluidos pois já tiveram um presidente da comissão no passado. Ficam apenas 9.

3.- Desses 9 Países há 5 (Alemanha, Espanha, Holanda, Irlanda,Grécia) que ficam
excluídos à partida pois já detêm cargos de relevância na UE. Ficam 4 Países.

4.- Dos 4 Países que ficam, foi convidado oficialmente o primeiro ministro do Luxemburgo, que recusou o cargo alegando que tem um compromisso com o eleitorado do Luxemburgo. Ficam portanto três
Países: Austria, Finlândia e Portugal.

5.- Uma das imposições para se ser presidente da comissão europeia é falar Inglês e Francês. Ora mais de 99% dos Austriacos e dos Finlândeses não sabem falar Francês e Inglês. Restava pois Portugal.

Como de costume no último lugar e por exclusão de partes.



quarta-feira, julho 07, 2004

Ponham a bandeira na Cabeça!

O nome da livraria e restaurante - Mondragon, foi inspirado no nome basco de uma cidade no Norte de Espanha, conhecida pelas suas cooperativas.
Faz-se uma visita ao site do município de Mondragon ou Arrasate e percebe-se logo que ali não andam a brincar. Nós aqui neste canto somos muito manganões... é tudo prá brincadeira... O pessoal ali ao lado não brinca. Basta chegar ao país basco e ver aqueles velhinhos com a sua boina negra, cheios de raça! Lá em baixo na Andaluzia aquelas mulheres ... Olé! Por isso têm direito a um país a sério. Nós aqui é a brincar.

Arrasate

Mondragon

No Canadá, em Winnipeg, levaram a coisa a peito e existe uma livraria/restaurante onde a economia participatória já está implementada.
Ora vejam:
Mondragon

O dragão a comer a bandeira americana é que eu não gosto porque me faz lembrar o FCP e o Pinto da Costa e isso tudo...

De volta à grande questão...

Em conversa desajeitada com um amigo, surgiu no ar a ideia de que com Santana ou sem Santana quem nos governa, de facto, são outros rostos, outras brilhantinas, outras barrosices, e que a coisa vai dar ao mesmo. Teoria da conspiração, ou não, pensando melhor, em Espanha o Zapatero lá mandou tirar as tropas do Iraque...
Mas, depois de tomado o comprimido anti teorias da conspiração, fica sempre uma ressaca que nos leva de volta à grande questão: o Sistema Capitalista. Para as férias já estão guardados alguns livros: o "NO LOGO" de Naomi Klein e os volumes de Boaventura Sousa Santos; neste caso "Produzir para viver"- Os caminhos da Produção não capitalista, da Afrontamento.
Entretanto há um site que encontrei há um bocadinho e me pareceu interessante:
Parecon

Vamos lá ver se em Outubro já estou a trabalhar para Deus e não para o Diabo...

sábado, julho 03, 2004

Pedido

Perdi-me de um blog, que encontrei no outro dia e que só fala de flores, queria lá voltar, mas já não sei o caminho.
Se alguém souber agradeço que me enviem as coordenadas.

Nunca se esqueçam da poesia

Quando recebeu o Prémio Camões,Sophia revelou que foi
numa viagem de autocarro que intuiu a natureza do mistério da poesia,
ao reparar que a janela através da qual olhava coincidia por vezes com
as janelas das casas. "Pensei que talvez fosse isso: as palavras às
vezes coincidiam com os seus significados, e depois deixam de coincidir,
e voltam a coincidir outra vez", disse.

Porque

Porque os outros se mascaram mas tu não
Porque os outros usam a virtude
Para comprar o que não tem perdão
Porque os outros têm medo mas tu não

Porque os outros são os túmulos caiados
Onde germina calada a podridão.
Porque os outros se calam mas tu não.

Porque os outros se compram e se vendem
E os seus gestos dão sempre dividendo.
Porque os outros são hábeis mas tu não.

Porque os outros vão à sombra dos abrigos
E tu vais de mãos dadas com os perigos.
Porque os outros calculam mas tu não.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Adeus Sophia



1919-2004
Sophia de Mello Breyner, por Arpad

sexta-feira, julho 02, 2004

Adeus



1924-2004

erros e dúvidas

Não apago o post anterior porque ele faz parte da vida deste blog e como eu tenho muitas vezes dúvidas e também me engano, deixo ficar o raio do post que me arrependi de publicar passado pouco tempo.
Não lembra a ninguém a comparação e a falta de jeito para encontrar as imagens exemplificativas, foi de mais.
Aqui fica, portanto, atestado que o meu blog não é perfeito.

quinta-feira, julho 01, 2004

As novas batalhas

Em tempos mostraram-me um livro, daquelas edições de capa dura, (francesa), com retratos de cidadãos da Roma antiga, (encontrados em murais etc...) e reproduzidos naquele livro. Era tão espantoso encontrar as semelhanças daqueles rostos de há mais de mil anos, com os rostos da actualidade!
Ontem, quando estava a espreitar o jogo Portugal Holanda e, não podendo deixar de encontrar ecos de outras épocas nestes desafios, que agora têm a bola no meio e noutras épocas tiveram lanças e armaduras ou correias e cinturões e até touros etc, pensei se os rostos daquela rapaziada que se esforçava por ganhar, seriam parecidos com os dos rapazes que acompanharam D. Nuno Álvares Pereira nas batalhas por esse país fora, ou com a rapaziada que acompanhou D Afonso, ou com os que foram nas Caravelas. Será? Estas imagens não transmitem muito esta ideia mas não encontrei nenhumas melhores.Será que estou a levar longe demais esta excitação patriótica?